OZÔNIO

O ozônio é um dos oxidantes naturais mais poderosos e como tal é ideal para uso em processos industriais e no tratamento de águas e do ar.

Ele reage com poluentes, elimina cor e odor e ainda possui a capacidade de reduzir ou eliminar a carga microbiana.

Como ele decompõe-se em oxigênio, é uma alternativa ambientalmente apropriada para oxidantes halogenados.

O O3 é gerado pela passagem de O2 em ambiente de descarga elétrica.

A O3R desenvolveu tecnologia brasileira capaz de produzir consistentemente concentrações conhecidas (5 a 100 g O3/m3 / módulo de ozônio.

Para tanto qualificou equipe técnica e validou metodologia analítica para doseamento de ozônio gasoso e dissolvido.

O ozônio é o alótropo triatômico de oxigênio.

Existe como gás a temperatura ambiente, o gás é incolor a azulado, com odor pungente e rapidamente detectável em concentrações baixas como 0.02 a 0.05 ppm (v/v).

É levemente solúvel em água. A 20 ºC a solubilidade de ozônio é de 570 mg/l, sendo mais solúvel que o oxigênio.

Vantagens do Ozônio:

Comparado ao cloro, o ozônio oferece muitas vantagens no processamento de alimentos e bebidas e na sanitização de materiais e superfícies.

O cloro tem sido utilizado como produto de primeira escolha na indústria de alimentos, no entanto sabe-se que muitos subprodutos são derivados da ação oxidante do Cloro, como a formação de THM (trihalometanos), cloraminas, dioxinas que são produzidas na reação de cloro com matéria orgânica.

Estas substâncias são conhecidas como carcinogênicas.

OZÔNIO

CLORO

Em contato com outros compostos, se dissocia a oxigênio

Em contato com proteínas, gera compostos orgânicos clorados (cloraminas), substâncias que contaminam o meio ambiente e são cancerígenas aos humanos

Não causa alergia ou irritações e não descolore roupas e piscinas de vinil

No tratamento de piscinas causa problemas como irritação nos olhos, pele e descoloração de roupas

O ozônio é um excelente desodorizador, despolarizador e clarificador

Deixa odor, gosto e coloração branca na água

Não deixa resíduos

Gera compostos tóxicos, chamados trialometanos

Não necessita de transporte ou consome insumos, é produzido no local

Necessidade de adquirir e transportar produtos químicos perigosos

Processo natural

Processo químico

 

AÇÃO

CLORO

OZÔNIO

Odor

Desagradável

Típico (desaparece com o tempo)

Sabor

Desagradável

Nenhum

Cor

Tende ao amarelo

Cristalino

Atividade anti-viral

Nenhuma

Elevada

Atividade antibacteriana

Variável

Amplo espectro

Atividade destrutiva sobre algas e protozoários

Leve

Elevada

Atividade destrutiva sobre fungos

Leve

Elevada

Atividade destrutiva sobre esporos e cistos

Leve

Elevada

Atividade destrutiva sobre moléculas orgânicas

Nenhuma

Elevada


Aplicações do Ozônio:

- Oxidação
- Desinfecção
- Detoxificação
- Descoloração
- Desodorização
- Preservação de pescados
- Preservação de alimentos
- Melhoramento da biodegrabilidade
- Degradação de substânticas orgânicas
- Redução/eliminação de biofilme
- Limpeza de tubulações e redes

Marco regulatório:

Em 23 de Junho de 2001 o orgão norte-americano FDA (Food and Drug Administration) concedeu o título GRAS (Generally Recognized As Safe, ou comumente reconhecimento como seguro) ao ozônio, para uso em aplicações com contato com alimentos.

- Águas de processo
- Águas de superfície
- Águas de condensados
- Aquicultura
- Lavanderias
- Torres de resfriamento
- Sistemas CIP (clean in place)
- Sistemas WIP (wash in place)

Devido ao seu poder oxidante, o ozônio é utilizado no tratamento de água para uma variedade de propósitos.

É capaz de produzir desinfecção com menos tempo de contato com os agentes infectantes e com concentração menor que outros desinfetantes, como cloro.

Pode também ser utilizado para oxidação de compostos inorgânicos, incluindo ferro, manganês e sulfito; oxidação de micropoluentes orgânicos, inclusive compostos que causam sabor e odor, poluentes fenólicos e alguns pesticidas; oxidação de macropoluentes orgânicos, removendo cor, aumentando a biodegradabilidade dos compostos orgânicos.

Aplicações específicas:

Águas de Abastecimento

O ozônio é utilizado em águas de abastecimento (municipais, industriais), para oxidação de metais (ferro e manganês), microcontaminantes orgânicos (fenóis, detergentes, pesticidas), eliminação ou redução de THM (trihalometanos), controle ou redução de DQO (Demanda Química de Oxigênio), controle de cor e odor, e desinfecção.

Engarrafadoras de Água Mineral:

O processo de sanitização dos galões de água mineral, bem como os condutos, canalização, depósito e utensílios que entram em contato com a água da fonte poderão ser higienizados com água ozonizada Resolução no. 25/76 da Comissão de Normas e Padrões para alimentos).

Aquicultura:

O ozônio é capaz de oxidar a matéria orgânica parcial ou totalmente, precipitar o material dissolvido, reduzir os níveis de nitritos, aumentar a quantidade de oxigênio dissolvido e atingir níveis elevados de desinfecção.

Controle de Biofilme:

O ozônio é capaz de reduzir ou eliminar a produção de biofilme em tubulações ou redes de água purificada, industrial e potável.

Sistemas de Limpeza CIP e WIP:

Devido às características oxidantes, o gás ozônio é capaz de conferir efetividade nos sistemas de limpeza de reatores de processo (Clean in Place) de fármacos, químicos, pesticidas e tanques de alimentos líquidos, como vinhos, cervejas, sucos, etc.

Torre de Resfriamento:

O ozônio tem habilidade de evitar incrustação e formação de biofilme.

Águas de Alta Qualidade:

Indústrias farmacêuticas e eletrônicas necessitam de água com alto padrão de qualidade, com rigorosos requisitos.

O ozônio, com seu poder oxidante e desinfetante, pode ser utilizado como parte do processo de purificação e sanitização das linhas, com vantagem econômica.

- Efluentes sanitários
- Efluentes industriais
- Efluentes químicos
- Efluentes têxteis (corantes)
- Efluentes hospitalares

A desinfecção de águas residuárias é um processo de tratamento indispensável à proteção da saúde pública.

O ozônio é um desinfetante alternativo ao cloro, já que é muito efetivo contra grande variedade de organismos patogênicos.

É efetivo contra vírus, fungos, bactérias protozoários, capaz de tratar efluentes ricos em metais (Fe, Mn, etc), cianeto, cloraminas, corantes, etc.

É também muito utilizado para maximizar a remoção de DQO e DBO.

O tratamento com ozônio se apresenta como tecnologia muito promissora para a remoção de matéria orgânica recalcitrante.

É também utilizado industrialmente pós-tratamento para remoção de cor, com destaque a reconhecida eficiência do ozônio em aumentar a biodegradabilidade dos efluentes.

- Aplicação em hospitais
- Aplicação em aeroportos
- Aplicação em teatros
- Aplicação em hotéis

Moléculas aromáticas, tóxicas, poeira e microrganismos são contaminantes comuns do ar.

O uso de tecnologia de ozônio pode contribuir para elevar os padrões de qualidade do ar, seja por controle microbiano, seja por oxidar moléculas tóxicas ou de odor.

O ozônio é uma alternativa para controle da contaminação ambiental em locais de grande fluxo de pessoas ou que requeira controle ambiental específico.

Componentes de Odor

Eficiência do O3

Acetaldeído

96%

Amônia

70%

Metil mercaptano

100%

Sulfeto de hidrogênio

97%

Dissulfeto de Metila

97%

 

O processamento de alimentos com ozônio é uma alternativa ambientalmente apropriada para os saneantes químicos, pode ser utilizado em todas as etapas da cadeia de alimentos, da limpeza das instalações, no processo, ar, águas de abastecimento e efluentes.

O ozônio de aumenta a segurança de alimentos frescos, amplia a vida de prateleira “organicamente”.

O FDA permite/recomenda o uso de ozônio no processamento de alimentos, ou como aditivo direto em alimentos.

Dentre os benefícios oferecidos pelo uso do ozônio, pode-se destacar: melhora shelflife, textura e padrão sensorial de pescados, solução livre de produtos químicos para aquacultura, frigoríficos.

É extremamente eficiente no controle microbiano em temperatura ambiente, reduzindo ou eliminando o uso de água quente, elimina necessidade de aquisição de insumos químicos e é apropriado para produção orgânica.

Aplicações específicas:

Ovos - Sanitização de toda casca para eliminar bactérias potencialmente patogênicas.


Frutas e vegetais - Lavagem com água ozonizada desinfeta e mantém propriedades organolépticas, além de aumentar o shelf-life.

Aves - Sanitização das águas de lavagem para reduzir bactérias patogênicas, e reciclagem ou reuso da água.

Frutos do mar - Processamento de frutos do mar.

Vinícolas - Sanitização da água fria, substituindo processo tradicional com água quente e uso de métodos químicos tradicionais.

Grãos - Ozônio como substituto de água clorada para controle bacteriano no processamento de grãos.

Peixes - Tratamento da água em tanques de aqui-cultura.

Ozonizador Panazon Piscinas - 110 ou 220 volts
Purificador e Ozonizador Arujá - 110/220 volts Purificador e Ozonizador Aquatron - 110/220 volts
Ozonizador RXT para piscinas - 110/220 volts

Purificador e Ozonizador de Ar Desodora - 110/220 volts Ozonizador BSO (Banheiras,Spas e Ofuros) 110/220 volts